Mais de 32 mil atendimentos de urgência na rede de Búzios no 1ª bimestre de 2022

O índice foi devido ao aumento das síndromes respiratórias. Município se preparou e conseguiu atender a demanda histórica, evitando internações e o colapso do sistema

Em janeiro e fevereiro de 2022 foram realizados 32.243 atendimentos na Rede de Urgência municipal de Búzios. No mesmo período de 2021 foram 15.310 atendimentos, e 10.215 em 2020. O auto índice no atendimento no município no primeiro bimestre deste ano se deu, em especial, pelo agravamento de casos de síndromes respiratórias, tanto influenza como a Covid-19, em todo o país.

O secretário de Saúde de Búzios, Leônidas Heringer, conta que logo que a gestão teve acesso aos dados do Ministério da Saúde de que havia risco de aumento dos casos de síndromes respiratórios para aquele período, e o município se antecipou.

“Aumentamos as estruturas de atendimento existentes e criamos novas. Também adquirimos a tempo medicamentos e insumos necessários para combater uma crise, além de aumentarmos a equipe para dar conta da demanda. Conseguimos”, comemora.

Os dados são referentes aos atendimentos nos equipamentos que compõe a Rede de Urgência do município, o Hospital Municipal Rodolpho Perissé (HMRP), Posto de Urgência do bairro Rasa, tenda para atendimento a pacientes com suspeita de Covid-19, e a tenda de emergência montada na Unidade Básica de Saúde do bairro Ferradura.

Leônidas reforça que o objetivo dos serviços de urgência é salvar vidas, além de diminuir riscos de sequelas e transportar o paciente com segurança para tratamento definitivo em ambiente hospitalar, quando necessário.

Sua Solicitação foi enviada com sucesso!

Sua conta foi criada com sucesso