TTUR

Acesso Búzios

blank

NFS-e

blank

IPTU

blank

Protocolo

blank

Diário Oficial

blank

Transparência

Dia Nacional de Conscientização do Autismo com programação na Clínica Beija-Flor

A Casa das Terapias do Projeto Beija-Flor proporcionou às mães e responsáveis por assistidos uma tarde diferenciada nesta terça-feira (02), em que se comemora o Dia Nacional de Conscientização do Autismo, com a apresentação do fluxo de atendimento inicial, os processo avaliativos e de construção de projetos terapêuticos singulares. Também foi apresentado pelo Thiago Lins, Secretário Municipal da Pessoa com Deficiência as estratégias de cuidado territorializado, desenvolvendo interfaces com a Assistência Social, a Educação e as demais políticas que dão suporte ao tratamento das crianças atípicas.

Além do atendimento inicial na própria Clínica Beija-flor que fica no bairro São José, a estrutura da Estratégia Saúde da Família, com os postos de saúde nos bairros, também dará suporte para o acolhimento das crianças atípicas e seus familiares que devem ser beneficiados com ações de suporte familiar.

O espaço conta com três consultórios, duas salas de grupo para terapias, recepção, cozinha, banheiros adaptados e piscina e um amplo espaço externo. Com uma equipe multidisciplinar os atendimentos serão desenvolvidos nas áreas da fonoaudiologia, psicologia, psiquiatria infantil, neuropediatria, terapias ocupacionais e oficinas de artes.

Para Fabiana Siflonio, que é avó de uma criança atípica e participou do encontro, a Casa de Terapias é um leque que se abre para muitas famílias que precisam, “estou muito feliz em fazer parte dessa família Beija-flor, este encontro foi importante e sei que aqui um leque se abre para muitas famílias, que assim como a minha precisam”, disse.

De acordo com Thiago Lins, Secretário Municipal da Pessoa com Deficiência, o encontro foi especial e esclarecedor, “tivemos a oportunidade de compartilhar relatos, conversarmos com os familiares de crianças atípicas, apresentar o fluxo e como funcionará o desenvolvimento de avaliação e terapias do Espaço. O governo está empenhado para avançar nas políticas públicas de acolhimento tanto das crianças atípicas, quanto de seus familiares”, destacou.

A clínica não se limita ao TEA (Transtorno do Espectro Autista) – estendendo seus serviços para crianças e adolescentes com diagnósticos de epilepsia refratária, TDAH, TOD, e outros transtornos psiquiátricos e neurológicos. O compromisso é assegurar que todas as crianças e adolescentes tenham a oportunidade de uma vida plena, independentemente de suas diferenças.

Cadastro realizado com sucesso

Sua Solicitação foi enviada com sucesso!

Sua conta foi criada com sucesso