Óleo de cozinha é coletado para reciclagem em Búzios

Óleo de cozinha é coletado para reciclagem em Búzios

Em lugares o óleo de cozinha é descartado de forma
inadequada, acarretando prejuízo para o meio ambiente. Com foco nesse contexto
a Prefeitura de Búzios criou o projeto de coleta de óleo para reciclagem. Os
moradores podem entregar o óleo usado na sede da Secretaria de Meio Ambiente e
Pesca, ao lago da Usina.

 

O projeto ganhou ampliação, em parceria da Secretaria
de Meio Ambiente e Pesca com a Secretaria de Educação Ciência e Tecnologia as escolas
municipais terão coleta também. O intuito é que todas as unidades escolares
municipais recolham o óleo usado para fazer as merendas.

 

As bombonas para armazenamento do óleo de cozinha
já foram entregues nessa semana em onze das vinte e cinco unidades escolares da
rede. A previsão é que até o início de março todas as escolas já estejam
preparadas para iniciação da coleta. Como parte do programa, serão ministradas
diversas palestras sobre a conscientização da coleta de óleo e o cuidado com
meio ambiente. Os pais dos alunos terão a oportunidade de participar de
oficinas de confecção de sabão com óleo de cozinha coletado.

 

Uma cooperativa credenciada
pelo Governo do Estado, licenciada pelo INEA e pelo município, se encarrega de
levar o produto para ser processado.

Os litros de óleo retirados das escolas são
mandados para a cooperativa que envia o material para  reciclagem. Este será reutilizado na produção
de sabão e de fontes alternativas de energia.

 

Segundo o Secretário de Meio
Ambiente e Pesca
, Hamber Rabello, a coleta nas escolas é uma forma de
conscientizar os alunos e seus pais. “É muito comum os moradores e comerciantes
despejarem o óleo de modo indevido. A coleta organizada garante que o óleo não
será descartado de forma inapropriada, evitando danos diretos ao meio ambiente,”
explicou Hamber.

 

A coleta de óleo também
acontece todos os sábados na Feira Periurbana (Praça Dona Dita, na Ferradura).

 

 

 

 

Comentários do Facebook
FECHAR ACESSIBIILIDADE