Skip Navigation Links Você está em:  

Sala de Imprensa

Notícias

Esclarecimento sobre o cancelamento do evento ISA SUP 2018 Búzios
RSS
Por Ascom Búzios em 03/07/2018

Com a intenção de esclarecer aos interessados, sobre o evento do SUP do ISA que foi agendado para Búzios em 2018, iremos relatar alguns pontos:

A visita do prefeito ao presidente do ISA em 2017, tinha a intenção de trazer três eventos para Búzios 
1-surfe amador 2018
2-surfe profissional 2019
3-SUP 2020

Com a participação da Confederação Brasileira de surfe(CBS), o Ministério do Esporte(que iria aportar recursos para viabilizar o evento, inclusive tendo emitido um ofício para o ISA, assinado pelo Ministro dando garantias),uma empresa de marketing que trabalha para a CBS, que ficaria responsável pela captação de patrocínios. Criou-se um grupo de trabalho com a participação de membros de todas as entidades envolvidas, que se reuniu por algumas vezes, quando foi apresentada uma estimativa de custo de cada evento, para termos um ponto de partida.

No entanto houve mudanças no que havia sido planejado inicialmente, pois recebemos a informação que o ISA teria indicado iniciar com o SUP em 2018, para depois realizar o de surfe, então a CBS, acatou a decisão da ISA, acreditando que no ano seguinte realizaríamos o profissional de surfe que iria classificar atletas para as olimpíadas de Tóquio em 2020, e com a melhor das boas intenções nos convenceram a aceitar o desafio, ocasião em que assinamos um termo de compromisso (sem constar valores), pois já tínhamos uma informação inicial que seria em torno de 200 mil dólares o custo total do evento, no entanto no decorrer do tempo a empresa de marketing apresentou um custo de mais de 1 milhão de dólares, onde a ISA cobrava um royaltie altíssimo, custos de passagens aéreas, hotéis, transfers e alimentação para todo o seu staff, árbitros e etc., além de tudo, queria que fosse feito um depósito substancial em sua conta no exterior, com valores elevados de taxas e impostos que iriam aumentar em torno de 1/3 do valor a ser transferido, que seria referente a ROYALTIE, o que se tornou um obstáculo jurídico para a Prefeitura resolver, além de não dar a certeza de que Búzios sediaria o campeonato de surfe profissional em 2019, e a empresa de marketing assim como o próprio ISA, não captaram patrocinadores, somente a prefeitura conseguiu conquistar patrocinadores, porém também teriam perdas para transferir as suas cotas de patrocínio para o exterior, além de quererem garantias da realização do evento, e por outro lado o ministério do Esporte também estava tendo dificuldade para liberação do recurso estabelecido, pois também não conseguiria transferir para o exterior parcelas do pagamento, então a prefeitura se propôs a pagar parte do custo, inclusive disponibilizando um valor substancial, porém exigia que fosse para uma conta do ISA no Brasil, foi quando o ISA estabeleceu um advogado no Rio para tratar desta questão do pagamento, no entanto o ISA não teve em qualquer momento interesse em resolver estes impasses, sempre exigindo que fosse feito a transferência, e foi então que a Prefeitura solicitou a presença de um representante do ISA, em Búzios para discutir os pontos que não havia consenso e buscar uma solução viável para ambas instituições, e a Prefeitura sempre deixou claro que queria realizar o evento.
E surpreendente recebemos um e-mail do ISA, esta semana informando que tinham cancelado unilateralmente o compromisso, da realização do evento em Búzios, estamos tomando as medidas legais e lamentamos muito que uma entidade já consolidada tenha agido desta forma.
Esperando ter sanado quaisquer dúvidas com relação à atuação da Prefeitura, terminamos nossas explicações.


Valid XHTML 1.0 Transitional

Selo de Acessibilidade - DaSilva

Estrada da Usina, 600 Centro (22) 2633-6000 Desenvolvido por NPI Brasil