Julho Amarelo em Búzios conta com Campanha de Detecção das Hepatites B e C

Julho Amarelo em Búzios conta com Campanha de Detecção das Hepatites B e C

A secretaria de Saúde de Búzios vai realizar uma Campanha de conscientização sobre Hepatites Virais e disponibilizará testes rápidos para hepatite B e C. No sábado, dia 20 de julho, das 9h às 13h, a ação vai acontecer na Feira Periurbana de Búzios, no bairro Ferradura.  E no dia 27 de julho, a campanha acontece das 9h às 13h na Praça do INEFI, na Rasa.

O teste rápido para hepatite B ou C é simples, sai em 30 minutos. O exame é feito com apenas duas gotas de sangue tiradas da ponta do dedo. A ação conta com apoio do Rotary Búzios.

Dos dias 22 a 25 de julho os testes poderão ser feitos nas Unidades Básicas de Saúde (UBS). Informe-se na unidade de saúde mais próxima da sua casa para saber qual será o dia da campanha. Estes testes são realizados durante todo o ano em todas as Unidades de Básicas de Saúde, basta agendamento prévio.

O mês de julho foi adotado pelo Ministério da Saúde e pelo Comitê Estadual de Hepatites Virais como o mês de luta e prevenção das hepatites virais. A Campanha do Julho Amarelo tem como objetivo conscientizar a população sobre as hepatites virais e reforçar as medidas de prevenção.

De acordo com a equipe técnica da secretaria de Saúde do município, as hepatites B e C são doenças silenciosas, muitas vezes não apresentam sintomas, podem evoluir para cirrose e câncer de fígado e matam. Porém, se diagnosticadas e tratadas a tempo a cura pode ser de 100%. 

Para prevenir a Hepatite B existe a vacina em todas as unidades de saúde do município durante todo o ano. Para a hepatite C ainda não existe vacina, mas existe tratamento com medicamentos distribuídos gratuitamente pelo SUS.

O público alvo da campanha são pessoas que receberam transfusão de sangue antes de 1992; quem usa ou usou drogas injetáveis ou inaladas; quem teve vários parceiros sexuais sem o uso correto do preservativo nos últimos 12 meses; quem tiver alguma IST (Infecção Sexual Transmissível); quem possui alguma tatuagem ou usa piercing; quem recebeu algum transplante de órgãos ou tecidos; quem faz hemodiálise, é hemofílico ou HIV positivo; quem foi ao dentista, manicure ou médico que não esterilizam o material adequadamente.

Comentários do Facebook
FECHAR ACESSIBIILIDADE